O que está feito está feito

Leia: Gálatas 5:13-26

A Bíblia em um ano: Levítico 4–5; Mateus 24:29-51

Mas o fruto do Espírito é […] mansidão, domínio próprio… vv.22,23

Eu não poderia desfazer meus atos. Uma mulher havia estacionado seu carro e bloqueado meu acesso à bomba de combustível. Ela saiu do carro para deixar alguns recicláveis e eu não estava a fim de esperar, então buzinei para ela. Irritada, engatei a marcha-à-ré e entrei pelo outro lado. Imediatamente, senti-me mal por ser impaciente e não querer esperar 30 segundos (no máximo) para ela sair. Pedi perdão a Deus. Sim, ela devia ter estacionado na área reservada, mas eu poderia ter espalhado bondade e paciência em vez de aspereza. Infelizmente, era tarde demais para pedir-lhe perdão — ela havia ido embora.

Muitos provérbios nos desafiam a pensar sobre como reagir quando as pessoas atrapalham os nossos planos. Há aquele que diz: “A ira do insensato num instante se conhece…” (Provérbios 12:16). E “Honroso é para o homem o desviar-se de contendas, mas todo insensato se mete em rixas” (20:3). Depois, há esse que vai direto ao coração: “O insensato expande toda a sua ira, mas o sábio afinal lha reprime” (29:11).

Às vezes, crescer em paciência e bondade parece bastante difícil. Mas o apóstolo Paulo diz que isso é obra de Deus, o “fruto do Espírito” (Gálatas 5:22,23). Ao cooperarmos com Ele e dependermos dele, Ele produz esse fruto em nós. Por favor, transforma-nos, Senhor. — Anne Cetas

Deus testa nossa paciência para ampliar o nosso coração.
Ouça Aqui diariamente ás 07:00 da manha ao devocional Pão Diário!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *