O Desafio de Ser Fiel ate a Morte

O DISCÍPULO PRIORIZA O DESAFIO DE SERFIEL ATÉ A MORTE
A maior parte destes estudos tem a ver com tomar decisões: a decisão de confiar em Jesus, a decisão de tornar-se cristão, a decisão referente a onde servir e adorar a Deus. Após essas decisões serem tomadas, vem a tarefa mais difícil: viver a vida cristã dia a dia. Eu só poderei começar a abordar esse desafio no presente estudo. Grande parte do Novo Testamento trata de como o cristão deve viver. O cristão passa a vida toda aprendendo a proceder como seguidor de Jesus.
O DESAFIO
Mesmo quem não conhece muito da Bíblia sabe que um cristão é alguém que deve viver uma vida mais temente a Deus do que as outras pessoas à sua volta. Paulo disse: “E não vos conformeis com este século, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente” (Romanos 12:2a). Jesus expressou esse desafio nas seguintes palavras: Vós sois a luz do mundo. Não se pode esconder a cidade edificada sobre um monte; nem se acende uma candeia para colocá-la debaixo do alqueire, mas no velador, e alumia a todos os que se encontram na casa. Assim brilhe também a vossa luz diante dos homens,
para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem a vosso Pai que está nos céus (Mateus 5:14–16). Em Gálatas 5 Paulo alistou qualidades negativas a serem evitadas e características positivas para cultivar: Ora, as obras da carne são conhecidas e são: prostituição, impureza, lascívia, idolatria, feitiçarias, inimizades, porfias, ciúmes, iras, discórdias, dissensões, facções, invejas, bebedices, glutonarias e coisas semelhantes a estas, a respeito das quais eu vos declaro, como já, outrora, vos preveni, que não herdarão o reino de Deus os que tais coisas praticam. Mas o fruto do Espírito é: amor, alegria, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fidelidade, mansidão, domínio próprio. Contra estas coisas não há lei (Gálatas 5:19–23).
Isto significa que você precisa viver uma vida perfeita? Não, o único que viveu uma vida perfeita foi Jesus. Isto significa que você deve empenhar-se em ser como Jesus. Deve tentar ser o melhor que puder. Paulo ordenou: “Procura apresentar-te a Deus, como obreiro aprovado…” (2 Timóteo 2:15)1. A versão da Bíblia Na Linguagem de Hoje traz: “Faça todo o possível para conseguir a completa aprovação de Deus”2. Lemos que Deus é “galardoador dos que o buscam” (Hebreus 11:6)3 – não os que simplesmente o “procuram”, mas os que o “buscam”.
A REALIDADE
Infelizmente, por vezes, até seguidores de Deus não vivem como deveriam. Nem sempre são o que poderiam ser. A Bíblia está repleta de exemplos do povo de Deus em pecado – desde o rei Davi, que cometeu adultério (2 Samuel 11), até o apóstolo Pedro, que negou seu Senhor (Mateus 26:69–75). João escreveu aos cristãos: “Se dissermos que não temos cometido pecado, fazemo-lo [Deus] mentiroso, e a sua palavra não está em nós” (1 João 1:10). O que um cristão faz quando peca?
Arrepende-se
O cristão que peca deve arrepender-se de seus pecados e pedir perdão a Deus. Quando Simão pecou, Pedro disse: “Arrepende-te, pois, da tua maldade e roga ao Senhor; talvez te seja perdoado o intento do coração” (Atos 8:22). O verdadeiro arrependimento inclui a correção dos erros passados tanto quanto seja humanamente possível.
Confessa o Pecado
Uma parte essencial do arrependimento é estar disposto a admitir o pecado. O cristão sempre precisa confessar seus pecados a Deus. João disse: “Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça” (1 João 1:9). Às vezes ele precisa confessar seu pecado a outros, especialmente se o pecado é conhecido por outros ou se ofendeu outros. Tiago escreveu: “Confessai, pois, os vossos pecados uns aos outros e orai uns pelos outros, para serdes curados” (Tiago 5:16a). Como regra geral, a confissão precisa ser tão pública quanto o pecado.
Ora
Como foi visto nas passagens citadas, sempre deve haver oração: o cristão precisa orar (Atos 8:22), e às vezes precisa pedir a outros que orem por ele (Tiago 5:16).
A SEGURANÇA – Uma de minhas passagens favoritas na Bíblia é 1 João 1:7, que diz: “Se, porém, andarmos na luz, como ele está na luz, mantemos comunhão uns com os outros, e o sangue de Jesus, seu Filho, nos purifica de todo pecado”. A passagem utiliza o tempo presente, que, no grego, indica ação contínua. O versículo literalmente diz que se eu continuar a andar na luz, o sangue de Cristo continua a purificar-me dos pecados. Esta é uma verdade animadora. Quando alguém sai das águas do batismo, todos os seus pecados são lavados (Atos 22:16) pelo sangue de Jesus (Apocalipse 1:5). Então, ao “andar na luz”, o sangue de Jesus continua a lavar seus pecados. O que significa “andar na luz”? “Andar na luz” é viver como Deus quer que Seus filhos vivam. Isto não significa que os membros da igreja vivam perfeitamente, porque se assim fosse não haveria pecados para purificar. A palavra chave é “andar”. O andar de um cristão é o seu estilo de vida. Quem quer ser salvo precisa ter um estilo de vida cristão.
Quem está andando na luz não é perfeito, mas seu coração está centrado em Deus. Ele está comprometido em fazer Sua vontade. Ele pode tropeçar no caminho cristão, mas, quando isto acontece, ele se arrepende, confessa e ora. Então, ele se levanta e continua sua jornada com Deus.
A PROMESSA – Ninguém pode viver a vida cristã sozinho; Deus prometeu ajudar (Atos 2:38; Romanos 8:13,
ALVO: VIDA ETERNA – Jesus prometeu que se formos fiéis a Ele até a morte, Ele nos dará a vida eterna. E, assim, nosso alvo será alcançado.
CONCLUSÃO – Estamos quase no fim deste estudo. É hora de você fazer uma aplicação pessoal à sua vida. Você quer vida eterna? Você a deseja suficientemente para entregar sua vida ao Senhor? Está disposto a assumir um compromisso até a morte?
“Temos que viver um dia de cada vez. Mas esse mesmo dia faz parte da eternidade.” Anônimo

Sharing is caring!